Título da Redação: A cultura "vip" e seus efeitos

Proposta: A “Camarotização” da sociedade brasileira: a segregação das classes sociais e a democracia

Redação enviada há mais de 3 anos por Deivson Macedo


A mudança da sociedade de produção para a sociedade do crédito proporcionou uma série de transformações socioeconômicas que modificaram a estrutura de relações das classes bem como a concepção de consumo dos indivíduos. Nesse contexto, a camarotização da sociedade brasileira é mais uma evidência da cultura da imagem em que vivemos, no qual já há um desvirtuamento de valores, onde possuir é mais importante do que ser, e o "parecer" pode ser o objetivo em si mesmo.
O novo cenário ao qual está inserida a sociedade é pautado na busca pela identidade e na diferenciação frente aos demais através do consumo. Zygmunt Bauman discute essa relação por meio do que ele denomina "modernidade líquida", já que, nada é sólido ou conserva forma e há sempre a valorização do temporário em detrimento do permanente. Desse modo, a busca pela identidade no homem é baseada na exposição do poder de capital. Tais características refletem nos espaços públicos a distinção e a suposta superioridade dos grupos seletos, configurando-se uma sociedade do espetáculo.
As consequências desse moderno quadro socioeconômico divergem e muito das atitudes das autoridades romanas: celebrar no Coliseu um momento de união da plebe e da nobreza. De fato, a segregação e o separatismo são efeitos presentes aos estratos sociais que não se adequam a esse cenário. Dessa forma, a perda cultural e moral para o Brasil será imensa, semelhante ao que já ocorreu em outras sociedades, como o apartheid norte americano. O que aparenta ser contraditório é na verdade uma divisão natural que ocorre em um sistema econômico pautado na cultura da imagem e na descaracterização da democracia.
Percebe-se, portanto, que o processo de camarotização da sociedade brasileira possui uma tendência exponencial de segregação dos estratos sociais e abandono da democracia. Para contornar essa conjuntura, a ação do Estado e dos indivíduos envolvidos é fundamental. O primeiro deve cumprir efetivamente os dizeres da constituição, uma vez que, determina que todos são iguais e detém os mesmos direitos. Além disso, deve assegurar aos cidadãos instituições públicas que cumpram o papel democrático. Enquanto o segundo precisa reivindicar seus direitos e denunciar mudanças sociais segregacionistas provocadas pela camarotização.

Receba 48 redações corrigidas por apenas R$ 18 por mês *
Clique e conheça nossos planos

* Valor equivalente por mês para o Plano Anual.

Últimos Vídeos no Youtube

Clique aqui e inscreva-se no nosso canal

Img

Como driblar os desafios da liberação do porte de arma - Tema de redação para o ENEM

Img

A questão da fome no Brasil e seus fatores motivadores - Tema de redação para o ENEM

Img

Dicas de gramática: Colocação pronominal

Img

5 Possíveis Temas de Redação para o ENEM 2018