Título da Redação: O Apartheid Social Brasileiro

Proposta: A “Camarotização” da sociedade brasileira: a segregação das classes sociais e a democracia

Redação enviada há quase 4 anos por Deivson Macedo


A distinção e separação das diferentes classes sociais é uma característica que no Brasil tem uma gênese antiga e é de tal modo intrínseca ao convívio entre os estratos sociais. Esse fato tem se intensificado nas últimas décadas, por conta da ascensão econômica de classes populares e também pela apropriação da Indústria Capitalista diante a possibilidade de aproveitar da contradição dos próprios indivíduos que a mantém. Estaria então a democracia, em território brasileiro, entrando em colapso?
A forma de atuação e governo do Estado Brasileiro foi em todo o histórico da nação, contraditório aos dizeres democráticos, mesmo que em definição o Estado seja um. Instituições essenciais, como a escola e o hospital foram transformando-se em ambientes cada vez mais impróprios ao convívio. Tal fato, serviu como uma premissa para que as classes em um patamar econômico elevado, desenvolvessem suas próprias instituições, como os colégios e clínicas particulares. Isso, foi o fator decisivo para a criação da concepção de que os serviços públicos são só para quem não pode pagar por algo melhor. Outras instituições também foram surgindo, defronte a expectativa de obtenção de lucro, como os serviços de proteção privada, que coloca a polícia como insuficiente.
A partir do momento em que algumas classes ascenderam economicamente, os ambientes antes modelados como para "ricos" foram sendo ocupados por vários estratos da sociedade. Dessa forma, esses e outros espaços tornaram-se ainda mais segregacionistas e delimitadores da democracia. Discotecas, aviões e até mesmo o imprevisível cinema possui ,hoje, áreas VIP. Esse apartheid social é de certo modo uma aversão da sociedade ao fato de inverter posições econômicas ou valores sociais, beirando a igualdade, no qual todos os cidadãos compartilham uma cidade comum democrática.
É preciso que o Estado assegure aos cidadãos instituições públicas de qualidade e que cumpram devidamente o seu papel democrático. Ainda assim, e necessário que a sociedade, tanto os segredados, como os segregacionistas, percebam a importância de uma vida democrática, na qual, a troca de valores é intensa e a preservação cultural garantida. Desse modo, todos os cidadãos desfrutarão de ambientes públicos propiciadores da igualdade; e a democracia, fundamental no território brasileiro estará com um alicerce de sustentação seguro, onde o colapso é incerto.

Receba 48 redações corrigidas por apenas R$ 18 por mês *
Clique e conheça nossos planos

* Valor equivalente por mês para o Plano Anual.

Últimos Vídeos no Youtube

Clique aqui e inscreva-se no nosso canal

Img

Como driblar os desafios da liberação do porte de arma - Tema de redação para o ENEM

Img

A questão da fome no Brasil e seus fatores motivadores - Tema de redação para o ENEM

Img

Dicas de gramática: Colocação pronominal

Img

5 Possíveis Temas de Redação para o ENEM 2018