Título da Redação: Sociedade Dividida

Proposta: A “Camarotização” da sociedade brasileira: a segregação das classes sociais e a democracia

Redação enviada há mais de 3 anos por Victor Pêgo


A distribuição desigual e a concentração de renda em território brasileiro já se tornaram temas recorrentes. Esses fenômenos em que um pequeno contingente de pessoas detém a maior parcela econômica do país, têm criado diversos problemas em meio a sociedade brasileira, com grande destaque para o processo de distanciamento entre as classes sociais, evento conhecido como "camarotização" da sociedade.
De fato, a concentração de renda no Brasil é um problema antigo, que infelizmente se manteve ao longo do tempo, se fazendo presente até os dias atuais. Desde a independência, a distinção entre quem possui e não possui poder econômico foi clara, seja simbolizada pela quantidade em posse de terras, jazidas, plantações, de capital ou até mesmo de escravos.
Apesar de sempre ter havido distinção e distanciamento entre as classes existentes, verifica-se que atualmente esse problema têm sofrido ampla intensificação. Exemplo nítido pode ser observado na criação de condomínios particulares, a preços elevados, com fim a manter uma classe mais abastada em um grupo comum, fechado e exclusivo. Salvo raras exceções, os locais, que as pessoas pertencentes a diferentes classes frequentam, também são sempre distintos, como restaurantes, festas, escolas e até hospitais. Esse distanciamento não pode ser explicado tão somente pela melhor qualidade de recursos que o dinheiro pode oferecer, mas principalmente pelo ideário e pelo sentimento errôneo de pertencimento, por parte das classes sociais, a mundos antagônicos. A composição de uma sociedade é estabelecida de maneira independente das classes existentes, de forma a manter um vínculo comum entre todos os cidadãos.
Dessa maneira verifica-se que o processo de "camarotização" não se constitui como fator benéfico ao convívio social, visto que torna inviável importantes processos em sociedade, como o diálogo entre culturas, além de fortalecer um pensamento equivocado de cisão, antagonismo e até superioridade. A solução para esse cenário só pode ser atingida com o fim dessa concepção através da quebra desse ideário desde à infância nas escolas, e com a diminuição substancial da concentração de renda no país, sobretudo por ações governamentais, como a reforma agrária, programas que facilitem o acesso à moradia e principalmente o investimento em educação pública, para formação de uma população com maiores possibilidades de ascensão econômica e igualitária, seja através de melhorias na qualidade do sistema de ensino público, distribuição de bolsas ou programas que facilitem o acesso ao ensino superior por estudantes de baixa renda.

Receba 48 redações corrigidas por apenas R$ 18 por mês *
Clique e conheça nossos planos

* Valor equivalente por mês para o Plano Anual.

Últimos Vídeos no Youtube

Clique aqui e inscreva-se no nosso canal

Img

Como driblar os desafios da liberação do porte de arma - Tema de redação para o ENEM

Img

A questão da fome no Brasil e seus fatores motivadores - Tema de redação para o ENEM

Img

Dicas de gramática: Colocação pronominal

Img

5 Possíveis Temas de Redação para o ENEM 2018