Título da Redação: A pluralidade das crenças brasileiras e seus desafios

Proposta: A intolerância religiosa no Brasil

Redação enviada há mais de 2 anos por usuário anônimo.


Segundo Émile Durkheim, sociólogo francês, a religião é um fato social que mantém os indivíduos agregados, pois garante um equilíbrio entre as tensões marcadas pela intolerância. De certo modo, esse equilíbrio quase nunca ocorre. A Intolerância Religiosa no Brasil está ganhando cada vez mais espaço nos jornais, por decorrência de inúmeros casos de violência e desrespeito à diversidade.
Espiritismo, Ateísmo, Catolicismo, Candomblé e muitas outras religiões fazem parte da diversidade religiosa no Brasil. Com a Constituição de 1891, o Estado se tornou laico, ou seja, neutro sobre as questões religiosas, e permitiu a liberdade para os cidadãos manifestarem a sua fé de diversas formas ou, até mesmo, o direito de não ter uma religião. Porém, de certo modo, a população brasileira ainda possui um pensamento intolerante as diversidades, e pratica, diariamente, o preconceito e o desrespeito as diversas crenças espalhadas pelo país - o que vai contra à Constituição brasileira, pois prevê crime à prática de descriminação religiosa, levando pena de 1 a 3 anos.
Os maiores índices de descriminação estão focados nas religiões afro-brasileira, como Candomblé e Umbanda, e acredita-se que seu principal fato está relacionado à origem africana, fortemente marcada pelo preconceito da escravidão ocorrida no Brasil colonial. Porém, outros grupos religiosos não ficam excluídos das denúncias de diversos tipos de violência, tanto verbais quanto físicas, praticadas por intolerantes. O principal fator das agressões cometidas é o preconceito. A população tende a julgar as diversas crenças sem ao menos conhecê-las.
Nesse sentido, verificou-se a necessidade da criação de um Comitê Nacional da Diversidade Religiosa com a finalidade de promover o reconhecimento e o respeito à variedade. Dentre outras soluções necessárias, pode-se citar uma educação que valorize o conhecimento da história das religiões e noções de cultura religiosa, que podem proporcionar o respeito e combatem o preconceito já enraizado na sociedade. O apoio da mídia nesse caso também seria de suma importância para promover publicidades sobre a liberdade de culto, tolerância à diversidade e alertas para denúncias de violência, contribuindo para um país melhor e ainda mais democrático.

Receba 48 redações corrigidas por apenas R$ 18 por mês *
Clique e conheça nossos planos

* Valor equivalente por mês para o Plano Anual.

Últimos Vídeos no Youtube

Clique aqui e inscreva-se no nosso canal

Img

Como driblar os desafios da liberação do porte de arma - Tema de redação para o ENEM

Img

A questão da fome no Brasil e seus fatores motivadores - Tema de redação para o ENEM

Img

Dicas de gramática: Colocação pronominal

Img

5 Possíveis Temas de Redação para o ENEM 2018