Título da Redação: Caminhos para o combate da intolerância religiosa no Brasil

Proposta: A intolerância religiosa no Brasil

Redação enviada há quase 2 anos por usuário anônimo.


No contexto social brasileiro, desde o Período Colonial, a discriminação religiosa, infelizmente, existe. A persistência desse triste problema evidencia que as medidas realizadas foram insuficientes, o que continua a gerar sérias complicações ao País. Essa lamentável situação fomenta uma atuação mais engajada tanto de setores da sociedade civil quanto do Poder Público, com o fito principal de arrefecer esses malefícios gerados.
De fato, essa questão não é recente, pois no Período Colonial muitas religiões eram perseguidas, sendo algumas impossibilitadas de serem cultuadas abertamente. Esse preconceito é contraditório, visto que o Brasil é formado pela mistura de diversas etnias, ou seja, a diversidade de crenças é uma realidade desde a formação dessa Nação. A continuidade desse grave problema pode ser notada nas denúncias realizadas por quem sofreu essa intolerância, mesmo estas representando apenas uma pequena parte dos casos. Isso pode agravar a marginalização de determinadas religiões, contribuindo ainda mais para a exclusão social de seus praticantes. Fica evidente, desse modo, a formação deturpada de valores e de princípios éticos por parte da sociedade. A esse respeito, Immanuel Kant afirmou que "O ser humano é aquilo que a educação faz dele". A lógica desse filósofo do século XVIII é extremamente atual e fortalece a premissa de que a ausência de orientação, de imposição de limites e de incentivo a uma conduta cidadã pode comprometer substancialmente a atuação social de algumas pessoas.
Lamentavelmente, a culpa da não superação desse problema não é só da sociedade civil, mas também do Poder Público, que não garante, por exemplo, o cumprimento da importante Constituição Federal de 1988, que, além de institucionalizar a isonomia de direitos e a laicidade, tipifica o crime contra o sentimento religioso. Essa situação prejudica um real avanço na superação do entrave.
Portanto, faz-se necessário que as famílias mais comprometidas com a ética, que tem papel importante na formação de valores, intensifiquem os diálogos entre si acerca da importância do respeito à diversidade religiosa como um princípio basilar de cidadania, a fim de desenvolver entre seus membros a consciência cidadã necessária para a resolução do problema. Para complementar esse papel familiar, urge que o Ministério da Educação, com o apoio das instituições de ensino, amplie, nas salas de aula, os debates a respeito do tema, mostrando os prejuízos gerados pela intolerância religiosa. Além disso, é preciso que o Estado, através das mídias de massa, intensifique a divulgação das formas de denunciar tal crime, com o intuito de, por meio dos relatos, a fiscalização e, consequentemente, a punição aumentem, reduzindo, dessa forma, a sensação de impunidade. Afinal, conforme afirmou o líder indiano pacifista Mahatma Gandhi: "O futuro dependerá daquilo que fazemos no presente".

Receba 48 redações corrigidas por apenas R$ 18 por mês *
Clique e conheça nossos planos

* Valor equivalente por mês para o Plano Anual.

Últimos Vídeos no Youtube

Clique aqui e inscreva-se no nosso canal

Img

Como driblar os desafios da liberação do porte de arma - Tema de redação para o ENEM

Img

A questão da fome no Brasil e seus fatores motivadores - Tema de redação para o ENEM

Img

Dicas de gramática: Colocação pronominal

Img

5 Possíveis Temas de Redação para o ENEM 2018