Título da Redação: Conscientização religiosa: a chave para a harmonia

Proposta: A intolerância religiosa no Brasil

Redação enviada há mais de 2 anos por Sorriso


Desde a pré-história o homem busca na natureza seres místicos nos quais depositam suas crenças, medos e anseios. Relatos de ritos religiosos não são recentes e a disputa entre povos por causa de seus deuses também não. Apesar da evolução tecnológica, educacional e social, muitas pessoas ainda enfrentam guerras devido à religião e sofrem duramente as consequências de acreditar – ou não – em um ser transcendente.
Rejeição. Angústia. Medo. Esses são os principais sentimentos de quem é discriminado por sua religião. Os crentes são taxados por suas vestes, modo de viver e ritual religioso por onde quer que passem e enfrentam ódio de grande parte das pessoas. Palavras chulas e de baixo calão, além de piadas de mau gosto rondam o cotidiano de cristãos, umbandistas, espíritas e ateus, os quais pagam caro por acreditar em um ser divino ou não.
Além disso, no mundo moderno em que nada é verdade absoluta, acreditar em um ser transcendente pode excluí-lo da sociedade ou fazer com que cidadãos tomem partido de uma linha radical e extremista com vista na crença. Dessa forma, muitas guerras ainda são travadas, como por exemplo, o Estado Islâmico que em 2015 tem feito ataques terroristas a Estados laicos, por estes simplesmente não acreditarem em Alá, designando uma Guerra Santa, como na Idade Média, com a intenção de impor sua religião. Fatos como o de uma adolescente cristã e seu tio serem agredidos por sua crença; menina apedrejada por participar de culto candomblé; e médium (espírita) ser morto por causa da sua fé; deixaram de ser esporádicos. A intolerância tem inundado o cotidiano de quem crê ou não, os deixando à mercê de agressões físicas e mentais, como transtornos de insegurança e não aceitação social.
Portanto, é imprescindível que o governo crie uma central para denúncia de discriminação religiosa, na qual a vítima possa obter respaldo. É necessário também, que haja maior conscientização da população por meio da mídia, por exemplo, a fim de respeitar as diferenças de crenças mesmo que não concorde com a opinião alheia. É preciso que a comunidade não dê base para insultos e ódios, pois, apesar da religião, são todos seres humanos buscando uma nova e melhor perspectiva.

Receba 48 redações corrigidas por apenas R$ 18 por mês *
Clique e conheça nossos planos

* Valor equivalente por mês para o Plano Anual.

Últimos Vídeos no Youtube

Clique aqui e inscreva-se no nosso canal

Img

Como driblar os desafios da liberação do porte de arma - Tema de redação para o ENEM

Img

A questão da fome no Brasil e seus fatores motivadores - Tema de redação para o ENEM

Img

Dicas de gramática: Colocação pronominal

Img

5 Possíveis Temas de Redação para o ENEM 2018