Título da Redação: O Estado laico e a intolerância religiosa

Proposta: A intolerância religiosa no Brasil

Redação enviada há quase 3 anos por thay


Ao pegar qualquer nota de real da República Federativa Brasileira se vê escrito em letras pequenas: Deus seja louvado. Quando se entra em alguma repartição pública logo de cara está lá pregado um crucifixo, e até mesmo feriados como Nossa Senhora Aparecida e Páscoa são considerados oficiais no Estado laico brasileiro. Atualmente se fala muito em tolerância religiosa, mas como promove-la em um país que mesmo sendo laico está carregado de sutilezas religiosas como essas?
O Brasil é um país que recebeu fortes influências católicas devido a colonização portuguesa, que tinha essa religião como bandeira oficial, e logo se tornou cheio de tradições dessa doutrina religiosa. Embora em torno de 40% da população não seja praticante da mesma, todo o legado permanece, ainda que imperceptivelmente. Mas não é percebido que a própria colonização foi a principal promotora do sincretismo religioso já que os portugueses trouxeram os escravos africanos e com esse povo vieram religiões como candomblé e umbanda, tão discriminadas nos dias atuais.
Há falta de aceitação entre a maioria dos fiéis das religiões de hoje em dia, e aquilo que era para promover paz de espírito, na maioria das vezes resulta em brigas e contendas.Acreditar na inexistência de intolerância religiosa no Brasil é uma utopia. Há casos tanto explicitamente; como na destruição de terreiros, nas ofensas entre católicos e protestantes; quanto ocultamente, como na falta de empregos para muçulmanas, nos patrões que demitem seus empregados ao saberem que eles são de uma determinada crença, etc.
A falta de ações diretas por parte do Estado para controlar todos o tipo de discriminação é o que encoraja fanáticos a tomarem atitudes tão preconceituosas e hostis como as vistas nos noticiários. Somado a isso, o próprio Estado tem seus atos incomplacentes, que só alimentam maiores atitudes por parte dos radicais, seja lá de qual religião forem. Qualquer ato de incompreensão é com certeza estimulador de atitudes piores e maior repressão no futuro, por menor que seja deveria ser fortemente combatido pela justiça. Não há mais espaço no Brasil para passar despercebido qualquer ato de implicância contra religiões alheias.
Além da conscientização da população contra intolerância religiosa, os líderes dos credos devem instruir os fieis a aceitar a todos sem segregar ninguém. Unindo isso a uma verdadeira reforma no Estado, contra atitudes que privilegiem de alguma forma qualquer religião, poderá se ver no futuro um Brasil com respeito entre todos, e um Estado que não favorecerá qualquer crença, mas será neutro conforme a própria Constituição já determina desde 1988. O problema da inflexibilidade entre crenças deve ser combatido com ações diretas a ágeis do Estado para quê não haja atitudes piores no futuro. Afinal, todo têm o direito a sua liberdade religiosa.

Receba 48 redações corrigidas por apenas R$ 18 por mês *
Clique e conheça nossos planos

* Valor equivalente por mês para o Plano Anual.

Últimos Vídeos no Youtube

Clique aqui e inscreva-se no nosso canal

Img

Como driblar os desafios da liberação do porte de arma - Tema de redação para o ENEM

Img

A questão da fome no Brasil e seus fatores motivadores - Tema de redação para o ENEM

Img

Dicas de gramática: Colocação pronominal

Img

5 Possíveis Temas de Redação para o ENEM 2018