Título da Redação: Redação sem título.

Proposta: A intolerância religiosa no Brasil

Redação enviada há quase 2 anos por usuário anônimo.


Apedrejamento. Xenofobia. Agressões verbais e físicas. Superioridade étnica. Essas são as consequências que a intolerância religiosa impõe sobre membros que divergem acerca da religião/cultura da maioria. Há séculos o homem insiste em fazer determinadas características sobre a outra. Na Era paleolítica, o homem mais forte sobrevivia. Na Idade Média, o senhor feudal mais poderoso mandava. No Oriente Antigo, a civilização mais estratégica dominava. E desde o século XX, observa-se trágicas disputas étnicas-religiosas, como a Segunda Guerra Mundial e movimentos extremistas, causando massacres e terrorismo.
Desde 2010, um grupo extremista islâmico, auto-intitulado Estado Islâmico, vem perseguindo católicos, evangélicos, candomblés ou qualquer pessoa que não pertença a sua crença, acreditando na superioridade religiosa do islamismo, destruindo escolas, hospitais e abrigos em nome da fé. Voltando os olhos para o ocidente, apesar de passar despercebidos, há casos frequentes no Brasil, como o de uma estudante, de Foz do Iguaçu (PR), que foi apedrejada até a morte por alguns jovens, segundo o apuramento da Polícia Civil, após sair de um terreiro de Candomblé, em 2015. É importante observar o engajamento de jovens que cultuam um discurso de ódio, que por ausência de conhecimento sobre o outro, reprimem o outro e propagam a discriminação.
É paradoxal que casos de intolerância religiosa no Brasil ocorram, afinal o brasileiro é a miscigenação de mais de 20 etnias e 200 dialetos, em sua maioria de matriz africana, visto que o maior contingente de imigração migrou no Brasil colonial. Assim, por ser maioria, deduza-se que os aspectos culturais trazidos por tal sejam os mais disseminados e respeitados, panorama ideal, porém irreal segundo a Secretaria de Direitos Humanos, e ainda a população jovem propaga discursos de ódio contra o diferente, medidas devem ser tomadas como o implantamento do tema de modo transversal no currículo escolar visando o debate e quebra de paradigmas advindo da ação do Ministério da Educação e a Secretaria de Direitos Humanos. O Ministério das Comunicações em conjunto com ONG’s e a mídia, podem lançar campanhas e exposições visando o conhecimento e apreciação das riquezas da cultura de outrém. Apesar de ser pequenas medidas que propõem a atenuação da intolerância religiosa, como dizia Oscar Wilde, as primeiras são as mais importantes para a evolução de um homem ou uma nação.

Receba 48 redações corrigidas por apenas R$ 18 por mês *
Clique e conheça nossos planos

* Valor equivalente por mês para o Plano Anual.

Últimos Vídeos no Youtube

Clique aqui e inscreva-se no nosso canal

Img

Como driblar os desafios da liberação do porte de arma - Tema de redação para o ENEM

Img

A questão da fome no Brasil e seus fatores motivadores - Tema de redação para o ENEM

Img

Dicas de gramática: Colocação pronominal

Img

5 Possíveis Temas de Redação para o ENEM 2018