Título da Redação: Redação sem título.

Proposta: A intolerância religiosa no Brasil

Redação enviada há cerca de 2 anos por usuário anônimo.


Na Idade Média Ocidental não era aceito nenhuma religião além da católica. Com a reforma protestante e o Iluminismo, a Igreja perdeu forças e tentou retomá-la com a Inquisição. No Brasil, todos têm o direito de escolher sua religião, mas há por parte da população uma intolerância a outras crenças, principalmente, às de descendência africana. Isso se deve a falta de uma boa educação, a preconceitos e ao fanatismo religioso.
É necessário ressaltar que o sistema de ensino brasileiro é fraco, não estimulando seus alunos a desenvolverem um pensamento crítico. Sendo assim, é mais fácil que aceitem ideias mastigada, como as ideias religiosas. O indivíduo, por consequência, vê sua igreja como a única salvadora. Esse comportamento ocorre, também, em outros âmbitos, por exemplo em relação as culturas e religiões afrodescendentes. No entanto, segundo o conceito de relativismo cultural, cada cultura se desenvolve em função do meio. Portanto, não existe cultura melhor, ou então, religião melhor.
Além do mais, existe no governo brasileiro a presença de fanáticos religiosos, podendo-se destacar a Bancada BBB (Boi, Bala e Bíblia) na câmara dos deputados.Fato que exclui religiões menores de representação. Ao mesmo tempo, o Estado é laico e os políticos devem desconsiderar seus ideias religiosos em suas decisões políticas. Não obstante, o discurso religioso da maioria das igrejas sobre ela ser a melhor costuma sobressair sobre o discurso de respeito, dificultando a tolerância entre fiéis de diferentes crenças.
Em resumo, a intolerância religiosa na sociedade brasileira tem raízes históricas, sociais e políticas. Logo, cabe a todos os âmbitos da sociedade combaterem esse problema. Enquanto o governo pode investir na educação, criar campanhas de conscientização através de cartazes, panfletos e e propagandas, e em conjunto com a mídia abordar esse tema em programas televisivos. É interessante que a população tenha uma voz mais ativa na política para neutralizar a presença de fanáticos religiosos, por meio da criação de projetos de leis, manifestações e ONG’s. Já as igrejas devem estimular o respeito ao próximo e a outras crenças.

Receba 48 redações corrigidas por apenas R$ 18 por mês *
Clique e conheça nossos planos

* Valor equivalente por mês para o Plano Anual.

Últimos Vídeos no Youtube

Clique aqui e inscreva-se no nosso canal

Img

Como driblar os desafios da liberação do porte de arma - Tema de redação para o ENEM

Img

A questão da fome no Brasil e seus fatores motivadores - Tema de redação para o ENEM

Img

Dicas de gramática: Colocação pronominal

Img

5 Possíveis Temas de Redação para o ENEM 2018