Título da Redação: Redação sem título.

Proposta: A intolerância religiosa no Brasil

Redação enviada há mais de 2 anos por ^<^


A carta de Pero Vaz de Caminha, em uma de suas extensas páginas, faz a seguinte declaração ao que se refere a diversidade da fé dos nativos ali presentes: “[...] O melhor fruto que dela (o Brasil) se pode tirar me parece que será salvar essa gente”. Ademais, as chamadas missões, catequização e a própria colonização em si viriam a influenciar fortemente no processo de aculturação que os primeiros povos brasileiros vivenciaram. No entanto, será que os índios precisavam mesmo de uma “salvação”?
Na atual conjuntura social, ainda é bastante comum o impasse no que se diz respeito à intolerância religiosa. Levando em conta a grande mistura de raças e a diversificação em quase todos os aspectos sociais presentes na sociedade brasileira, isso deveria ser uma realidade distante. Entretanto, contraditoriamente, isso se dá de forma inerente e, em grande parte, pelo fanatismo impregnado de grupos que, não aceitando as normas religiosas alheias, tendem a desrespeitá-las. Acontecem, inicialmente, com discursos de ódio para incentivar seus seguidores que levam a atos extremos, a ver, as recentes ações do Estado Islâmico, por exemplo, assim como o massacre em massa ocorrido no começo de 2015 no jornal francês Charlie Hebdo.
Não obstante, uma das vertentes de estudo do filósofo e também sociólogo Émile Durkheim afirma que, para a estabilização da sociedade, o chamado corpo biológico é essencial – chocando-se com a forma como o governo vem examinando e tomando (ou não) atitudes para reformar esse setor. A constituição de 1988 alega que o Brasil é um estado laico; Em consonância, tal lei parece abranger significados apenas judiciais e, constantemente, não vem sido posto em prática: só no estado do Rio de Janeiro, mais de mil casos de intolerância religiosa num período de três anos já foram registrados.
É crucial, portanto, que a atuação ativa do Estado com medidas socioeconômicas sejam implantadas, fazendo bom uso dos canais midiáticos para promover os diferentes festivais e rituais de grupos religiosos informando, assim, a população. Revisar os departamentos de cultura, procurando instruir os residentes de cada região não apenas sobre a cultura local, mas dos demais estados brasileiros e, por fim, a melhoria no Ministério da Cultura com investimentos que ofereçam não só ao vivo mas plataformas online de interação que informem sobre determinado grupo étnico. Com os elementos supracitados, será possível livrar-se da ideia criada de que, originalmente, o povo brasileiro precisava de salvação.

Receba 48 redações corrigidas por apenas R$ 18 por mês *
Clique e conheça nossos planos

* Valor equivalente por mês para o Plano Anual.

Últimos Vídeos no Youtube

Clique aqui e inscreva-se no nosso canal

Img

Como driblar os desafios da liberação do porte de arma - Tema de redação para o ENEM

Img

A questão da fome no Brasil e seus fatores motivadores - Tema de redação para o ENEM

Img

Dicas de gramática: Colocação pronominal

Img

5 Possíveis Temas de Redação para o ENEM 2018