Título da Redação: Respeito ao credo alheio

Proposta: A intolerância religiosa no Brasil

Redação enviada há cerca de 3 anos por Rebeca Vieira


A sociedade brasileira possui diversas opções de escolhas religiosas. Apesar disso, pelo fato da religião ser um tema muito abrangente e possuir peculiaridades variadas, muitas vezes algumas pessoas difamam a fé do próximo ou até mesmo defendem a sua própria como se fosse possível haver uma fácil unanimidade e, desta forma, acontece a intolerância religiosa.
Cada pessoa deveria receber total respeito de não crer ou ainda de crer naquilo que julga mais pertinente para si, seja em sentimentos ou com os conceitos de alguma doutrina. No entanto, infelizmente não foi o caso de uma garota de 11 anos que foi apedrejada depois de sair de um centro de candomblé no Rio de Janeiro. As principais vítimas da violência causada devido a intolerância são os seguidores de religiões afro-brasileiras, segundo a Secretaria de Assistência Social do Rio de Janeiro, num período de julho de 2012 a dezembro de 2014 houve 948 denúncias de práticas de violência. A religião faz parte de uma criação cultural, logo ninguém tem o direito de se intrometer no credo alheio.
Outro fator que instiga a intolerância religiosa junto à violência é o fanatismo, pois é o comportamento extremista de alguns devotos religiosos que motiva manifestações de ódio ou até mesmo ataques terroristas. Desse modo, o problema é causado pelo fato de que o fanático costuma justificar suas atitudes de difamação como atos de fidelidade à sua fé e se recusa a operar a autocrítica de sua própria crença. Como exemplo, o pastor fanático Silas Malafaia fez declarações discriminativas de ódio aos gays em redes sociais, no entanto, ele também está ligado à política de um Estado teoricamente laico. A laicidade seria a única garantia que diferentes crenças convivessem em um mesmo espaço político-geográfico, porém com representantes fanáticos no governo o respeito e a tolerância religiosa estão longe de serem alcançados. É uma condição fundamental para garantir avanços sociais, políticos, culturais e intelectuais, já que o fanatismo impede avanços em vários níveis, como em algumas pesquisas científicas.
Levando em consideração os aspectos apresentados, se faz necessário a priorização do Estado laico a fim de que transmita à sociedade a ideia de liberdade de escolha e respeito à todas as crenças. Com isso é necessário o ensino religioso nas escolas para melhor conhecimento dos estudantes a fim do aprendizado de respeito à diversidade religiosa.

Receba 48 redações corrigidas por apenas R$ 18 por mês *
Clique e conheça nossos planos

* Valor equivalente por mês para o Plano Anual.

Últimos Vídeos no Youtube

Clique aqui e inscreva-se no nosso canal

Img

Como driblar os desafios da liberação do porte de arma - Tema de redação para o ENEM

Img

A questão da fome no Brasil e seus fatores motivadores - Tema de redação para o ENEM

Img

Dicas de gramática: Colocação pronominal

Img

5 Possíveis Temas de Redação para o ENEM 2018