Título da Redação: Sociedade tolerante

Proposta: A intolerância religiosa no Brasil

Redação enviada há quase 2 anos por Matusalém


Segundo Hellen Keller, a educação é o meio que, sobretudo, deve promover a tolerância. Posto isto, a educação surge como mecanismo transformador, promovendo a atuação mais afetiva do cidadão e inclusão desse na sociedade e, ainda, assegurando a tolerância no meio social. Entretanto, despidos de voz, respeito e direito, assim encontram-se muitos que ainda são subjugados por causa de sua cor, raça e, principalmente, por causa de sua religião, contribuindo para o crescimento ascendente da violência e exclusão social contra esses.
É importante pontuar, de início, que, desde o século XV, com os movimentos militares e religiosos que a igreja realizava, conhecidos também como as Cruzadas, muitas pessoas foram mortas e queimadas por causa de sua religião, contribuído para o crescimento da intolerância religiosa. No entanto, tais práticas da antiguidade, alavancaram pensamentos de exclusão, racismo e intolerância na modernidade contra pessoas que não seguissem tal religião. Ademais, criou-se, por parte das pessoas, um ideal de religião, fomentando qual a religião as pessoas deveriam seguir, mas esquecendo-se da criação de uma ideal de tolerância. Por conseguinte, têm-se cada vez mais grupos de pessoas que pregam em que acreditam e pensam, sendo capazes de desrespeitarem os direitos humanos essenciais, assim como, por exemplo, o grupo estado Islâmico, que pregam que sua religião é universal.
É fundamental pontuar, ainda, que, em uma sociedade desenvolvida e globalizada, outras fontes de pensamentos podem chegar a vários lugares. Todavia, tais pensamentos de aversão, xenofobia e intolerância religiosa, acabam sendo transmitidos a muitas pessoas da sociedade, pois, como afirmou Sergio Buarque de Holanda: o brasileiro é suscetível a influências estrangeiras. Ademais, essas influencias acabam radicalizando os pensamentos de muitos, a ponto de fazer uma pessoa excluir ou matar outra só por causa da sua religião. Por conseguinte, o direito de liberdade religiosa acaba sendo vetado e ameaçado.
Fica evidente, portanto, que o estado e a sociedade não podem ficar omissos perante tal questão. Para tanto, é imprescindível o melhoramento das leis que asseguram o direito de liberdade religiosa, seja no âmbito social ou virtual, de modo a garantir a segurança e integridade de pessoas de diferentes religiões. Por fim, cabe à mídia, se aliar com instituições sociais – a escola-, para desenvolverem nas crianças um espírito de tolerância, ensinando a respeitar e honrar os direitos humanos de pessoas de diferentes religiões, visando assim, a formação de uma sociedade tolerante.

Receba 48 redações corrigidas por apenas R$ 18 por mês *
Clique e conheça nossos planos

* Valor equivalente por mês para o Plano Anual.

Últimos Vídeos no Youtube

Clique aqui e inscreva-se no nosso canal

Img

Como driblar os desafios da liberação do porte de arma - Tema de redação para o ENEM

Img

A questão da fome no Brasil e seus fatores motivadores - Tema de redação para o ENEM

Img

Dicas de gramática: Colocação pronominal

Img

5 Possíveis Temas de Redação para o ENEM 2018