Título da Redação: Tolerância: por que ainda é tão difícil alcançar?

Proposta: A intolerância religiosa no Brasil

Redação enviada há mais de 2 anos por usuário anônimo.


Mesmo após três séculos da Revolução Francesa, movimento social que pregava a igualdade, liberdade e fraternidade, ainda é bastante vista em nossa sociedade a intolerância, que com sua inexistência é possível modificar o mundo, já que, ela é a protagonista de várias guerras e conflitos. Não obstante, mesmo com todos os avanços tecnológicos e intelectuais auferidos no século XXI, por que ainda é tão difícil alcançar a tolerância no mundo contemporâneo?
Segundo Karl Marx, “a religião é o ópio do provo”. As religiões, principalmente as mais antigas e enraizadas, têm o poder de influenciar as pessoas segundo seus dogmas e verdades ditas absolutas. Consequentemente, os fiéis acabam virando, muitas vezes, “marionetes” da religião seguidora, dando a esta a capacidade de dominar os seus pensamentos e ações, como a prática, por exemplo, da intolerância religiosa.
A falta de respeito com os outros indivíduos de outras culturas para superiorizar ou favorecer a sua é a causa de muitos conflitos. Podemos verificar, por exemplo, o ataque terrorista, no dia 14 de Junho, por meio de atropelamentos com caminhão, à população de Nice, sul da França. Um exemplo mais próximo de nós, aqui no Brasil, foi o caso da menina Kailane, de 11 anos, que por ser da religião candomblé, foi apedrejada na saída do culto em 2015.
Vale salientar que, embora a nossa sociedade necessite, sim, da liberdade de expressão, é necessário que respeitemos as opiniões e ideias dos outros indivíduos. A liberdade de expressão, que aliás é um direito humano, defendido na Declaração Universal dos Direitos Humanos de 1948, permite-nos expressar nossos pensamentos, de forma, é claro, que não desrespeitemos e degrademos as outras pessoas, que não pensam da mesma forma que nós.
Com base nos dados apresentados, portanto, concluímos o quanto é imprescindível a ação do Poder judiciário para efetivação da punição para as pessoas que, constrangendo, discriminando ou degradando os outro indivíduos, desrespeitem a Lei 2848, de dezembro de 1940. Inclusive, as escolas, aliadas ao Ministério da Educação, devem conscientizar, por meio de palestras e grupos de discussão, os pais e os familiares das crianças, para que ensinem desde cedo a seus filhos possam mudar o mundo, através do respeito aos outros indivíduos, independentemente da raça, religião ou cultura.

Receba 48 redações corrigidas por apenas R$ 18 por mês *
Clique e conheça nossos planos

* Valor equivalente por mês para o Plano Anual.

Últimos Vídeos no Youtube

Clique aqui e inscreva-se no nosso canal

Img

Como driblar os desafios da liberação do porte de arma - Tema de redação para o ENEM

Img

A questão da fome no Brasil e seus fatores motivadores - Tema de redação para o ENEM

Img

Dicas de gramática: Colocação pronominal

Img

5 Possíveis Temas de Redação para o ENEM 2018