Título da Redação: O ideal de competição

Proposta: A ostentação e o consumismo.

Redação enviada há mais de 3 anos por Augusto Camargo


A origem da desigualdade é a propriedade privada. Esse conceito formulado por Rousseau mostra-se cada vez mais visível nos dias de hoje. Mesmo contando com o trabalho e a inteligência de tantos profissionais e especialistas ainda continuamos a fazer coisas sem sentido. Ostentar, possuir, adquirir bens, endividar-se apenas para exibir marcas importadas. Será que nos tornamos medíocres ao ponto de apenas valorizar pessoas "ricas"?
Ser rico, para algumas pessoas, significa ostentar. Porém, porquê valorizaríamos algo tão superficial? Culturas inúteis, como o consumismo supervalorizado, tomam o lugar de algo que poderia ter mais utilidade em uma sociedade: Altruísmo, generosidade, compaixão. Algumas pessoas defendem que a origem da desigualdade se dá quando uma pessoa de classe baixa adquire produtos caros importados, segundo elas, tal coisa ato não deveria ser a prioridade do trabalhador. Mas como ignorar uma cultura que, em sua maior parte, é voltada ao capitalismo. Como ignorar propagandas e, até mesmo o preconceito?
Essa ideologia está espalhada em toda a sociedade. As técnicas de coerção à compra são diversas na mídia: comerciais de televisão, outdoors, o patrocínio de marcas a artistas e atletas. Isso dá uma impressão de que as pessoas que não possuem esses objetos são de menor valor, ou menos qualificadas. No cenário de mercado, entre um trabalhador malvestido e um outro bem-vestido, a maioria das empresas contrataria o que está mais de acordo com os “valores” da sociedade, o primeiro é descartado . As camadas mais baixas, tornam-se incapacitadas de contribuir à sociedade. O preconceito aumenta o desemprego das classes mais pobres, consequentemente, a desigualdade aumenta, e isso pode contribuir aos índices de crime e violência.
Em alguns países da Europa existem leis para proibir propaganda direcionada às crianças. Poderíamos nos comparar às crianças? Pois, pela forma de pensar algumas vezes, pode-se dizer que somos crianças grandes. A sede de competição na guerra fria fez o homen chegar à lua, desenvolver armas que podem dizimar populações inteiras, tudo para demonstrar uma superioridade perante ao outro. Parece que essa ideologia permanece em nossa sociedade.
As sociedades se diferem umas das outras pelo nível de organização. Sendo logicamente menos organizadas as sociedades mais antigas. Em relação ao pensamento de Rousseau, se estiver correto, ao eliminarmos esses maus-hábitos, talvez seria possível alcançar um nível de organização social mais avançado do que o presente. Todos se tornariam aptos a cooperar para o desenvolvimento da humanidade.

Receba 48 redações corrigidas por apenas R$ 18 por mês *
Clique e conheça nossos planos

* Valor equivalente por mês para o Plano Anual.

Últimos Vídeos no Youtube

Clique aqui e inscreva-se no nosso canal

Img

Como driblar os desafios da liberação do porte de arma - Tema de redação para o ENEM

Img

A questão da fome no Brasil e seus fatores motivadores - Tema de redação para o ENEM

Img

Dicas de gramática: Colocação pronominal

Img

5 Possíveis Temas de Redação para o ENEM 2018