Título da Redação: O ouro para a inclusão social

Proposta: A ostentação e o consumismo.

Redação enviada há mais de 3 anos por Bethânia Meireles


Na atual sociedade capitalista, cada vez mais pautada pelo consumo e individualismo, é notório que as influências midiáticas são responsáveis por grande parte dos costumes ocidentais. As pessoas e, principalmente, os grupos sociais mais excluídos interpretam que as marcas e objetos pregados pela mídia estão condicionados a sua aceitação pela comunidade. Uma estratégia como essa gera comportamentos equivocados relacionados a aparência e ostentação de bens.
Por fatores históricos grupos sociais mais periféricos sentem-se excluídos e têm o receio da aproximação com a sociedade. Para resolver essa situação a mídia e a música com seu estilo ''Funk Ostentação'' guiam esses indivíduos a uma equivocada concepção. O culto a ostentar bolsas de grife, jóias e bebidas caras ganhou lugar no costume de muitos cidadãos. Mesmo com poucos recursos, muitas vezes, pessoas deixam de obter o conforto físico como plano de saúde, boa alimentação e, até mesmo, moradias com boas infraestruturas para poderem comprar os produtos de luxo divulgados pela mídia.
Além disso, esses costumes contemporâneos também modificam e problematizam as relações humanas. Muitas pessoas usufruem de golpes para conquistarem sua ascensão social, e são estimuladas por personagens da televisão brasileira, como a Carminha (Adriana Esteves) de Avenida Brasil que subiu sua classe depois de dar um golpe no jogador de futebol Tufão (Murilo Benício). Como se não bastasse, não raro, indivíduos que não conseguem obter seus desejados objetos luxuosos pela compra, recorrem a violências como assaltos, roubos de dinheiro e jóias para mostrar a sociedade que também estão inseridos em sua dinâmica.
Nesse sentido, tendo em vista as equivocadas interpretações que a sociedade tem feito relacionada as suas relações, é necessária a criação de medidas que revertam essa situação. Para isso, é importante que a mídia apresente em suas novelas e filmes que a escolha por devidas marcas não está relacionada a aceitação pela sociedade, mas sim, como uma forma de obter um produto de melhor qualidade e durabilidade. Além disso, a música, principalmente o funk, que atinge as parcelas sociais mais periféricas deve demonstrar a seu público que a humildade e o conforto físico são mais importantes que a ostentação e a falsa aparência. Assim, constrói-se relações mais confortáveis e verdadeiras em um sistema guiado pelo capitalismo.

Receba 48 redações corrigidas por apenas R$ 18 por mês *
Clique e conheça nossos planos

* Valor equivalente por mês para o Plano Anual.

Últimos Vídeos no Youtube

Clique aqui e inscreva-se no nosso canal

Img

Como driblar os desafios da liberação do porte de arma - Tema de redação para o ENEM

Img

A questão da fome no Brasil e seus fatores motivadores - Tema de redação para o ENEM

Img

Dicas de gramática: Colocação pronominal

Img

5 Possíveis Temas de Redação para o ENEM 2018