Título da Redação: Redação sem título.

Proposta: A ostentação e o consumismo.

Redação enviada há mais de 2 anos por usuário anônimo.


A questão do consumismo tem origem no pós-guerra, mais precisamente nos Estados Unidos da América dos anos 20, onde o consumo em massa era incentivado pelo dito modelo de vida norte-americano, quando as pessoas gastavam todo o seu salário em bens materiais, pois esse era o ideal de felicidade da época: para ser feliz era necessário ser detentor dos mais variados produtos. Tal prática, que é considerada uma das bases do capitalismo, se espalhou pelo mundo ao longo do tempo e perdura até hoje, como pode ser observado no Brasil onde consumo e ostentação são palavras que ultimamente andam juntas.
Em essência, a reunião de ambas as palavras citadas acima se configura um problema quando se leva em conta a real intenção dessa união: a tentativa de se inserir em determinada camada social, usando para isso roupas e acessórios de grife, muitas vezes gastando um valor além da renda adquirida e propagando a cultura do “ter que se sobrepõe ao ser”, principalmente observada entre o público jovem.
Contudo, o problema está longe de ser solucionado e a sociedade, juntamente com as campanhas publicitárias e a mídia, têm contribuído decisivamente para isso. Em um meio social que, recheado de estereótipos e atrelado ao preconceito, dita a forma como as pessoas devem se comportar e se vestir para serem aceitas em determinado espaço social, usando o movimento midiático que propaga tais condições de comportamento, o que fica ainda mais evidente quando se leva em conta as campanhas publicitárias que promovem seus produtos fazendo-os parecer vitais à integridade do homem, deixando em xeque os requisitos que devem ser seguidos.
Em suma, medidas são necessárias para resolver o impasse, as escolas devem, através de subsídios concedidos pelo governo, realizar palestras com psicólogos, destinadas aos jovens com o intuito de promover a aceitação da classe a qual pertencem e a valorização da mesma defendendo a ascensão social, de fato, por meios meristocráticos e não consumindo produtos de grife para ostentá-los; campanhas midiáticas podem ser realizadas com o objetivo de abolir a cultura do “ter versus ser”, incentivando a autovalorização das pessoas, afinal segundo Immanuel Kant: “ o ser humano é aquilo que a educação faz dele”.

Receba 48 redações corrigidas por apenas R$ 18 por mês *
Clique e conheça nossos planos

* Valor equivalente por mês para o Plano Anual.

Últimos Vídeos no Youtube

Clique aqui e inscreva-se no nosso canal

Img

Como driblar os desafios da liberação do porte de arma - Tema de redação para o ENEM

Img

A questão da fome no Brasil e seus fatores motivadores - Tema de redação para o ENEM

Img

Dicas de gramática: Colocação pronominal

Img

5 Possíveis Temas de Redação para o ENEM 2018