Título da Redação: A inversão da pirâmide social brasileira: um ápice sustentável.

Proposta: Envelhecimento da população brasileira: os novos desafios

Redação enviada há cerca de 3 anos por Natalia Sayuri


Dizia a teoria populacional neomalthusiana que a superpopulação dos países era a causa do subdesenvolvimento destes. Os defensores dessa teoria reivindicavam o planejamento familiar como solução. Ela foi refutada pela teoria reformista na qual é baseada na superpopulação como consequência da pobreza e defendiam uma distribuição igualitária de renda. Porém nenhuma das duas teorias debruçou-se sobre a questão do aumento da população idosa. Depois de reverter à pirâmide social no molde dos países desenvolvidos, como lidar com o crescimento do ápice que constitui a população dependente? O Brasil está buscando a igualdade social e a prova disto é a reestruturação de sua pirâmide social, ou seja, a taxa de natalidade está caindo e a expectativa de vida crescendo.

Isto decorre do avanço da medicina (quanto aos métodos contraceptivos e ao tratamento de doentes) e do encarecimento do custo de vida, ou seja, as famílias optam pela menor quantidade de filhos. Assim reduz-se a taxa de dependentes para aqueles menores de 14 anos, enquanto cresce os que possuem mais de 65 anos. Portanto aumenta-se o custo governamental quanto à previdência social e à saúde pública, enquanto a educação transita de quantidade para qualidade.

Entretanto, a taxa de natalidade não se extinguirá. Haverá ainda investimentos no auxílio-maternidade e na educação pública. Além disto, grande parte dos idosos ainda contribui economicamente com a renda per capita brasileira, consumindo e produzindo, mesmo recebendo a aposentadoria. A sociedade acarretará em menos jovens, mas irá crescer o número de aposentados, o que possivelmente reduzirá casos de trabalho infantil. Porém o Brasil está longe de introduzir políticas de aumento populacional, mesmo entre esse atrito entre jovens e idosos, pois o processo de envelhecimento não está estagnado.

Portanto, pode-se reverter a redução da PEA através de políticas de atração de imigrantes feita através do Estado e das empresas privadas, assim como faz o Japão, e da propagação de serviços sociais e especializações medicinais relacionadas à gerontologia por parte do Governo Estadual quanto à urgência destes. Desta forma é possível manter constante a geração de renda advinda da população adulta e proporcionar cuidados sociais aos idosos, os quais já contribuíram em sua idade ativa. O envelhecimento da população é consequência de um desenvolvimento econômico, mas que precisa ser estabelecida de modo que a base sustente seu ápice.

Receba 48 redações corrigidas por apenas R$ 18 por mês *
Clique e conheça nossos planos

* Valor equivalente por mês para o Plano Anual.

Últimos Vídeos no Youtube

Clique aqui e inscreva-se no nosso canal

Img

Como driblar os desafios da liberação do porte de arma - Tema de redação para o ENEM

Img

A questão da fome no Brasil e seus fatores motivadores - Tema de redação para o ENEM

Img

Dicas de gramática: Colocação pronominal

Img

5 Possíveis Temas de Redação para o ENEM 2018