Título da Redação: Idoso: um novo conceito

Proposta: Envelhecimento da população brasileira: os novos desafios

Redação enviada há mais de 3 anos por usuário anônimo.


Em civilizações passadas, a exemplo de Esparta, na antiga Grécia, os cidadãos de mais idade sempre representaram uma voz soberana dentro do clã. Eram eles os guardiões da sociedade, os sábios para quem todos deviam reverência e respeito. Hoje, na conjuntura mercantilista que nos abraça, onde o "status quo" é simbolizado pelo poder da juventude, os idosos passam a retratar, para muitos, uma força inoperante, por vezes desempenhando papel de menos-valia, relegados a uma posição excludente.
Não deixa de ser paradoxal se constatar o descaso ao cidadão longevo no instante em que a nação brasileira passa a conviver com o envelhecimento de sua população. Fato esse que a aproxima, ademais, de outros países, principalmente do continente europeu__ mais afeitos aos bons tratos a esse grupo etário. O que encontramos em território nacional, ao contrário da tradição de mesuras de civilizações orientais, a exemplo do Japão, da China e da Coreia do Sul, são cenas lamentáveis: ocupação aleatória de vagas destinadas à terceira idade em estacionamentos, ausência de assentos especiais em transporte coletivo a essa categoria; desrespeito aos direitos conquistados e constituídos no Estatuto do Idoso.
Envelhecer no Brasil mostra-se uma tarefa inglória, principalmente aos menos afortunados financeiramente, que dependem de aposentadorias de valor irrisório e atendimento à saúde deficitário. Em outro patamar, todavia, nota-se um idoso mais amparado, integrado às possibilidades de uma existência edílica (cresce o número de pacotes em agências turísticas destinados aos maiores de 60 anos, assim como os entretenimentos que têm esse público como sustentáculo de suas produções__ a exemplo de peças teatrais, musicais, shows).
O mercado de trabalho, por sua vez, dependente da experiência dos mais qualificados, começa a recontratar aposentados para permanecer na função, de forma terceirizada, em reconhecimento à sua capacidade (e falta de mão de obra jovem especializada). Tal quadro é apenas um dos reflexos de uma nova realidade: o idoso como elemento ativo na comunidade, não mais a figura obsoleta e ociosa de épocas passadas.
Em uma sociedade que ruma a passos largos para o envelhecimento, faz-se oportuna uma transformação da mentalidade com relação ao idoso, enxergando-o como indivíduo capz e participante, contribuinte do desenvolvimento social. O preconceito que muitos demonstram contra essa categoria, reflexo de uma insipiência cultural, deve ser combatido por todos, ao passo que a terceira idade tem direitos constituídos e deve fazer jus a eles, denunciando arbitrariedades e descaso, Já disse o filósofo Aristóteles: "Uma sociedade que respeita seus velhos é sábia, pois sabe que será igualmente respeitada à frente".

Receba 48 redações corrigidas por apenas R$ 18 por mês *
Clique e conheça nossos planos

* Valor equivalente por mês para o Plano Anual.

Últimos Vídeos no Youtube

Clique aqui e inscreva-se no nosso canal

Img

Como driblar os desafios da liberação do porte de arma - Tema de redação para o ENEM

Img

A questão da fome no Brasil e seus fatores motivadores - Tema de redação para o ENEM

Img

Dicas de gramática: Colocação pronominal

Img

5 Possíveis Temas de Redação para o ENEM 2018