Título da Redação: O PROGRESSO NÃO POSSUI FAIXA ETÁRIA

Proposta: Envelhecimento da população brasileira: os novos desafios

Redação enviada há cerca de 3 anos por Bianca Brandão


De acordo com com o IBGE -Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o Brasil alcançou pela primeira vez em 2009, um IDH -Índice de Desenvolvimento Humano- considerado alto. Apresentando padrões similares a países desenvolvidos, o Brasil garante uma diminuição na taxa de mortalidade e consequente aumento em longevidade da população. Proporcionalmente, a demanda por benefícios e amparos também cresce, acarretando assim, diversos impactos econômicos e sociais a longo prazo.
Em primeiro lugar, é preciso ressaltar a redução da PEA -População Economicamente Ativa, que causará uma queda de lucros para o governo. Dessa forma, órgãos como a Previdência Social, que perderá contribuintes, deverá implantar medidas preventivas, para que o maior número de aposentados não venha a desencadear possíveis desequilíbrios. Um número superior de idosos exigirá, ainda, adaptação na infraestrutura de espaços públicos, como a construção de rampas. Além disso, o país tendo maioria idosa até 2030 -segundo dados do IBGE, precisa investir também, em opções de lazer destinadas a esse público alvo, como as academias instaladas em praças no Rio de Janeiro. Tais medidas contribuirão para que essa camada não sinta-se negligenciada e de fato, não seja.
É necessário destacar ainda, o frequente descaso no qual a classe mais experiente é vítima. Convém perceber que apesar da validação do Estatuto do Idoso, é perceptível frequentes transgressões, inclusive em ambientes como hospitais e asilos. Dessa forma, salienta-se que as que as leis não são eficazes, se não houver a fiscalização necessária. Há, também, a dificuldade em acompanhar a dinamicidade das novas tecnologias e fazer uso de seus artifícios. Por essa razão, ou por estarem inativos no mercado de trabalho, os idosos acabam passando por uma exclusão, que deve ser fortemente combatida.
Fica claro, portanto, que o país terá de enfrentar grandes desafios na manutenção de uma população mais velha. Como disse Aristóteles: "Devemos tratar igualmente os iguais e desigualmente os desiguais, na medida de suas desigualdades." Dessa forma, o estado deve lançar ações afirmativas que façam valer os direitos do idoso, e ainda, buscar formas de inseri-los na sociedade ativa, evitando o desperdício de suas experiências profissionais. Com isso, apoiados ainda, numa política de incentivo a natalidade, poderemos oferecer a devida qualidade de vida àqueles que tanto contribuíram para o país.

Receba 48 redações corrigidas por apenas R$ 18 por mês *
Clique e conheça nossos planos

* Valor equivalente por mês para o Plano Anual.

Últimos Vídeos no Youtube

Clique aqui e inscreva-se no nosso canal

Img

Como driblar os desafios da liberação do porte de arma - Tema de redação para o ENEM

Img

A questão da fome no Brasil e seus fatores motivadores - Tema de redação para o ENEM

Img

Dicas de gramática: Colocação pronominal

Img

5 Possíveis Temas de Redação para o ENEM 2018