Título da Redação: Família: sinônimo de amor e afeto

Proposta: O que é uma família?

Redação enviada há cerca de 2 anos por usuário anônimo.


O ponto nevrálgico do preconceito histórico brasileiro aflorou-se na Constituição de 1916, a qual caracterizava família exclusivamente pelo matrimônio. Ali, surgia a concepção patriarcal intrinsecamente ligada às questões religiosas, como perseguições aos homossexuais por meio de definições equivocadas, as quais foram pré-estabelecidas na antiguidade. Nesse sentido, ideias inconcebíveis moldavam, sem dúvida, as principais críticas atuais sobre a abrangência da definição de parentela, já que há o preconceito aliado à exiguidade de informação.
A Santa Inquisição do século XIII fomentou o caráter maléfico sobre as diferentes identidades de gênero. Dessa forma, ela cogitou ilogicamente a homossexualidade como doença ou anomalia. Ademais, os preceitos bíblicos traziam a idealização de Adão e Eva, os quais criaram a perspectiva de que a essência da vida é o homem, sua mulher e sua família, em contrapartida, a mitologia Grega já demostrava sinais de deuses antropomórficos com peculiaridade bissexual ou homoafetiva. Assim, as obsessões em virtude da imagem, na qual a raiz parental seria exclusivamente formada homem e mulher, culminaram as violências físicas e morais até o mundo contemporâneo, as quais desumanizam grupos afetivos.
Outrossim, destaca-se a alienação das pessoas na benevolência com a integridade humana. Segundo o filósofo Paulo Freire: “Se a educação sozinha não pode transformar a sociedade, tampouco sem ela a sociedade muda.” Dessa maneira, a população deve discernir os novos princípios da ampliação da livre expressão de uniões estáveis garantida pelo código civil atual. Vale ressaltar, ainda, que a Lei Maria da Penha pode ser aplicada independente de orientação sexual, a qual aborda também, os agrupamentos homoafetivos. Decerto, as hostilidades incitadas erroneamente no ambiente escolar por jovens, como “não ter pai” em dias dos pais ou vice-versa, são infelizmente visíveis.
Renato Russo reforça em sua música Pais e Filhos: “... É preciso amar as pessoas como se não houvesse amanhã...”, portanto, a família caracteriza-se pelo amor. Assim, o Governo Federal deve coibir tentativas deploráveis de descaracterização de laços humanos, de forma a incriminar essas ações. A fim de efetivar as ações estatais, o terceiro setor -composto por associações às quais buscam se organizar para obter melhorias na sociedade- pode elaborar palestras com os pais, para extinguir formas de preconceito, por conseguinte, evitar possíveis danos psicológicos a criança em consonância com família. Por fim, o papel moralizador e civilizador dos pais são indispensáveis na concretização dessa busca pela sociedade igualitária.

Receba 48 redações corrigidas por apenas R$ 18 por mês *
Clique e conheça nossos planos

* Valor equivalente por mês para o Plano Anual.

Últimos Vídeos no Youtube

Clique aqui e inscreva-se no nosso canal

Img

Como driblar os desafios da liberação do porte de arma - Tema de redação para o ENEM

Img

A questão da fome no Brasil e seus fatores motivadores - Tema de redação para o ENEM

Img

Dicas de gramática: Colocação pronominal

Img

5 Possíveis Temas de Redação para o ENEM 2018