Título da Redação: A beleza de se aceitar como é.

Proposta: Padrão de beleza e sociedade.

Redação enviada há cerca de 3 anos por Thiago Melo


Atualmente, vivemos em uma sociedade marcada por padrões de belezas, em que, a valorização do corpo é imposta na cultura através dos meios de comunicação. Dessa forma, as pessoas tornam-se manipuladas em suas formas de agir e pensar, buscando desse modo, alcançar esses ideais a fim de se obter uma falsa sensação de bem estar, em que os fins justificam os meios, gerando por consequência inúmeros transtornos físicos e psicológicos.
Primeiramente, é importante observar o fato de que o nível de valorização do corpo tem origem a partir de um contexto histórico e cultural de cada povo. Dessa forma, na maioria dos países do mundo, capitalistas e democráticos, é mais visível á disseminação dessa vertente. Com isso, a indústria promove o consumo dos seus produtos de beleza com mais facilidade tendo o apoio midiático, diferentemente do que ocorre em países no oriente médio, por exemplo, em que o corpo é visto como algo sagrado, que deve ser preservado ao invés de ser exposto ou espetacularizado pelo comercio.
Concomitantemente a isso, se torna visível também, que nessas sociedades mais liberais existe a associação da visão de estética como sinônimo de obtenção de sucesso. Dessa maneira, as pessoas iniciam um consumo compulsório para se enquadrar nos padrões da moda e se satisfizer no campo psicológico e emocional. Entretanto, com os avanços tecnológicos, essa satisfação nunca termina. Então acabam buscando, muitas vezes, resoluções imediatistas em remédios “milagrosos” ou contra indicados, causando uma falsa sensação de bem estar, acompanhada posteriormente por problemas de saúde como anorexia, bulimia, depressão, entre outros.
Fica claro, portanto, que a valorização do corpo é algo cultural e visto como sinônimo de sucesso pela maioria das culturas. É preciso, dessa forma, mudar á postura da mídia com relação à persuasão e imposição de costumes sociais, pois cada um possui uma beleza única e deve se aceitar na frente do espelho e valorizar as qualidades internas ao invés de se tornarem escravos do consumismo. Além disso, são necessárias campanhas educacionais e culturais para disseminar programas saudáveis que levem a estilos de vida não agressivos á saúde, respeitando os direitos humanos.

Receba 48 redações corrigidas por apenas R$ 18 por mês *
Clique e conheça nossos planos

* Valor equivalente por mês para o Plano Anual.

Últimos Vídeos no Youtube

Clique aqui e inscreva-se no nosso canal

Img

Como driblar os desafios da liberação do porte de arma - Tema de redação para o ENEM

Img

A questão da fome no Brasil e seus fatores motivadores - Tema de redação para o ENEM

Img

Dicas de gramática: Colocação pronominal

Img

5 Possíveis Temas de Redação para o ENEM 2018