Título da Redação: Doutrinação da Imagem

Proposta: Padrão de beleza e sociedade.

Redação enviada há mais de 3 anos por Pedro Soares


Das esculturas gregas ao movimento hippie dos anos 70, os padrões de beleza sempre estiveram presente nas sociedades. Tal como as mudanças na maneira de se comunicação, do comportamento e, principalmente, do modo de pensar, o padrão de beleza é só mais um segmento das mudanças sociais. O problema não é a criação de um padrão, é construir uma imagem inatingível.
As sociedades costumavam ter seus próprios padrões, baseados em suas vigentes culturas, mas o advento da globalização vem, cada vez mais rápido, homogeneizando-os. A aculturação mundial começou a se intensificar após a Segunda Guerra Mundial. Com o mundo dividido entre duas potências, os países tinham de escolher qual modelo socioeconômico seguir, e como o nome sugere, não se tratava apenas de escolher entre a propriedade privada e a reforma agrária. Os países escolhiam como suas sociedades seriam moldadas e a que nação “copiaram”. Não é preciso analisar a história para descobrir qual das potências saiu vencedora, basta sair nas ruas, assistir propagandas ou ir às compras. A imposição cultural norte americana é evidenciada por todo o mundo.
Aliado a homogeneização dos costumes, tem-se a necessidade de consumo vigente no atual sistema. Hoje, não basta comprar uma vez, é preciso renovar, melhorar e atualizar, cada vez mais depressa. Criam-se falsas necessidades, soluções para problemas ilusórios e “belezas” inatingíveis, tudo pelo consumo. As figuras vinculadas a cosméticos e produtos são modeladas por computação, as imagens vendidas são artificiais, impossíveis de serem reproduzidas naturalmente. Essa falácia do padrão de beleza atual é apenas uma maneira de incentivar, homens e mulheres, a consumirem bens que os leve a pensar que atingirão o prestígio aliado a aquela propaganda.
A criação de padrões e idealizações é algo natural do indivíduo, mas a doutrinação da autoimagem não precisa ser. Portanto, para resolver os problemas vigentes da procura por uma beleza inatingível é preciso incentivar a aceitação de cada qual com suas características. Da mesma maneira que as propagandas publicitárias podem induzir ao consumo, elas também podem disseminar uma ideia. Os governos deveriam criar propagandas de auto aceitação, mostrando que a beleza não deve seguir um único padrão, e não precisa ser atingida de uma só maneira. Usando-se dos mais diversos tipos de indivíduos, com as mais variadas características é possível ensinar que todos tem sua própria beleza.

Receba 48 redações corrigidas por apenas R$ 18 por mês *
Clique e conheça nossos planos

* Valor equivalente por mês para o Plano Anual.

Últimos Vídeos no Youtube

Clique aqui e inscreva-se no nosso canal

Img

Como driblar os desafios da liberação do porte de arma - Tema de redação para o ENEM

Img

A questão da fome no Brasil e seus fatores motivadores - Tema de redação para o ENEM

Img

Dicas de gramática: Colocação pronominal

Img

5 Possíveis Temas de Redação para o ENEM 2018