Título da Redação: O culto á beleza

Proposta: Padrão de beleza e sociedade.

Redação enviada há quase 3 anos por Amanda Nascimento


Sob a influência dos mais variados meios de comunicações, a Sociedade Brasileira de Cirurgias Plásticas divulgou recentemente, que cerca de 130 mil crianças e adolescentes submeteram-se, no ano de 2009, a operações plásticas (Brasil Escola). Para alguns, é apenas o começo, de um longo processo que visa alcançar a beleza perfeita. Além de que, observa-se, que homens e mulheres, vem demonstrando -cada vez mais- o desejo de se ter uma bela aparência exterior, impulsionados pela insegurança, visam alcançar a beleza perfeita. Convivemos, diariamente, com a pressão da sociedade que influenciados pela mídia, nos impõem um padrão de beleza no qual nos sujeitamos a mudanças drásticas e radicais. Isto é, a ditadura da beleza está impondo um padrão inexistente, colocando em risco o bem estar físico e psicológico do ser humano. Portanto, até onde o ser humano é capaz de chegar para se ter uma beleza indiscutível? Qual o limite entre ser belo e ter saúde?
Na década de 40, em Hollywood, a mídia já se tinha referência de beleza e forma física, como a diva e ''símbolo sexual'' Marilyn Monroe. Na verdade, o cinema de Hollywood ajudou a criar novos padrões de aparência onde projetava-se a vida bela e glamourosa dos incríveis astros internacionais. No Brasil, em meados de 1980, surgiram as primeiras revistas: '' Boa forma'' e ''Corpo a Corpo''. Nessa época, o corpo ganhou mais espaço e se tornou o principal tema das coletâneas de grandes sucessos. Isto é, o padrão de beleza deu os seus primeiros passos através da mídia e das campanhas publicitárias. Logo em seguida, surgiram os vídeos de ginásticas para se fazer em casa. Tudo em busca, de um novo padrão de beleza, que impulsionados pelo ''avanço estético'', deram origem a ''Era das Supermodelos''. Cindy Crawford e Naomi Campbell, estrelaram e dominaram diversas capas de revistas, passarelas, comercias e campanhas de grandes marcas internacionais. Sendo as top models, a nova referencial de corpo e rosto, desejado por muitas outras mulheres. Com o passar dos anos, um novo rosto surge para um novo padrão de beleza.
Entretanto, na atualidade, podemos destacar, que o limite entre ser belo e ter saúde, esta em agradar a opinião do próximo. O ser humano esta indo em busca de satisfazer os olhares sobre ele, sobre o seu corpo e sobre o seu rosto. Homens e mulheres se tornaram escravos das indústrias de beleza, sendo as mulheres as mais insatisfeitas. Cada vez mais as novidades nos setores de cosméticos, de alimentação e de vestuários vem ganhando destaque e ''aumentando o lucro'' em vender o que não esta nas prateleiras: auto-estima e felicidade. A apresentadora Andressa Urach, sentiu na pele o desejo de se ter uma beleza perfeita. Através de muitas cirurgias plásticas, retoques, preenchimentos, a apresentadora viu se no fundo do poço quando resolveu injetar - mais do que o recomendado pela Anvisa - um produto chamado hidrogel, no qual causou a ela uma grave infecção e diversos problemas de saúde, levando á quase a óbito.
Embora, haja campanhas que digam não á ditadura da beleza. A influência da mídia, é tão absurda, que parece fazer uma espécie de lavagem sobre a consciência do ser humano. Há jovens que se submetem a centenas de intervenções cirúrgicas, para ''simplesmente'', ficarem parecidos com bonecos famosos, como por exemplo: Barbie, Ken e Susie. É preocupante, o rumo que os jovens estão tomando, em meio aos padrões estéticos.
Portanto, levando-se em conta o que foi observado, quando se trata de beleza, não há limite. Infelizmente, para o ser humano, a aparência externa é mais importante do que o bem-estar físico e emocional. Devido a pressão da mídia e da sociedade. Entretanto, para os que buscam satisfazer o prazer da vaidade, ir atrás da beleza ''perfeita'' esta além de usar medicamentos e cirurgias estéticas. Além de que, os cuidados com o corpo não devem ser de forma tão intensa e ditatorial como se tem apresentado na atualidade. Devemos sempre respeitar os limites do nosso corpo e a nós a mesmos. Buscando amar a si próprio com confiança e desacreditando naquilo que a mídia e a sociedade transmitem. A insegurança, faz sim, parte da vida. Mas, reconheçamos que a verdadeira felicidade não está na beleza do corpo, mas sim, na beleza da alma.

Receba 48 redações corrigidas por apenas R$ 18 por mês *
Clique e conheça nossos planos

* Valor equivalente por mês para o Plano Anual.

Últimos Vídeos no Youtube

Clique aqui e inscreva-se no nosso canal

Img

Como driblar os desafios da liberação do porte de arma - Tema de redação para o ENEM

Img

A questão da fome no Brasil e seus fatores motivadores - Tema de redação para o ENEM

Img

Dicas de gramática: Colocação pronominal

Img

5 Possíveis Temas de Redação para o ENEM 2018