Título da Redação: Redação sem título.

Proposta: Padrão de beleza e sociedade.

Redação enviada há quase 2 anos por usuário anônimo.


Ao longo da História, o padrão de beleza sofreu alterações de acordo com o contexto-social de cada época. Ao observar-se as obras do período Renascentista, nota-se que as formas roliças e voluptuosas eram as mais valorizadas. No entanto, a sociedade nunca esteve tão obcecada na busca pela estética ideal, que é reforçada pela mídia e pelo imediatismo dos tempos modernos. Logo, encaixar-se no padrão da moda tornou-se mais importante que sentir-se bem ou estar saudável.
No século XX, os filósofos Adorno e Horkheimer já preconizavam o poder de convencimento da Indústria Cultural, que utiliza dos mais diversos aparatos midiáticos para a construção de estereótipos. Isso aumenta a preocupação que as pessoas possuem com a própria imagem, tornando-as escravas da ditadura da beleza. Ademais, tal padrão oferecido pela mídia é inatingível pela maioria da população, visto que desconsidera a genética, o metabolismo e as diferenças econômicas de cada indivíduo, que pode dificultar o alcance do considerado "belo". Assim, a incessante procura da perfeição e os possíveis obstáculos para atingi-la, pode levar a baixa autoestima e a problemas de saúde, como a bulimia e a anorexia.
Outrossim, em uma sociedade imediatista criada pela conjuntura do mundo globalizado, o ser humano tem sido corroído cada vez mais pela ansiedade de viver o prazer imediato. Desse modo, rende-se ao consumismo oferecido pela indústria de cosméticos, a fim de conquistar mais rapidamente o físico ideal. Além disso os indivíduos, muitas vezes colocam-se em situações de risco, uma vez que se submetem a tratamentos e procedimentos cirúrgicos ditos milagrosos. Em suma, há uma banalização do corpo em detrimento da imagem.
Já dizia a escritora feminista Naomi Wolf que "enquanto as pessoas precisarem da beleza para serem felizes, serão reféns da frustração". O belo, tal qual é disseminado, possui prazo de validade, portanto urge a necessidade da mídia, com incentivo da União, promover comerciais que desfaçam a ideia de existência de um único arquétipo na indústria estética. Também cabe a mídia, juntamente com o Ministério da Saúde, divulgarem os malefícios dos cosméticos e das cirurgias puramente estéticos. Isso pode ser feito por meio de campanhas publicitárias em redes televisivas e da distribuição de panfletos informativos. Além do mais, é imprescindível que o Ministério da Educação, com apoio da família, promova palestras nas escolas, que favoreçam a aceitação do próprio corpo frente ao ambiente plural da sociedade. Só assim será possível desconstruir o pensamento estético massificado atual.


https://projetoredacao.s3-sa-east-1.amazonaws.com/redacoes/app/57b60bf3a9f5c700034b0e27.jpg

Receba 48 redações corrigidas por apenas R$ 18 por mês *
Clique e conheça nossos planos

* Valor equivalente por mês para o Plano Anual.

Últimos Vídeos no Youtube

Clique aqui e inscreva-se no nosso canal

Img

Como driblar os desafios da liberação do porte de arma - Tema de redação para o ENEM

Img

A questão da fome no Brasil e seus fatores motivadores - Tema de redação para o ENEM

Img

Dicas de gramática: Colocação pronominal

Img

5 Possíveis Temas de Redação para o ENEM 2018