Título da Redação: Redação sem título.

Proposta: Padrão de beleza e sociedade.

Redação enviada há mais de 2 anos por Elétron


Magro. Gordo. Musculoso. As sociedades, desde os seus primórdios, são moldadas esteticamente. O narcisismo, dessa forma, está enraizado na cultura e as mídias pressionam, ainda mais, certo padrão a ser seguido. Tal estilo de vida acaba gerando danos à saúde, tanto física como psicológica, devido à tentativa incessante de sentir-se "de acordo" e "aceito" pela coletividade, além do culto ao corpo.
Cabe perceber, antes de tudo, que na busca infindável por um corpo perfeito, são tomadas as mais loucas e irracionais decisões. Afinal, segue-se diversas e exóticas dietas e cirurgias para possuir o molde vigente. A nutrição acaba sofrendo com deficiências energéticas, além de desidratação e problemas relacionados ao uso de medicamentos para diminuir o apetite ou para estimular o metabolismo e/ou músculos e laxantes. Pode ocorrer, também, problemas pós-cirúrgicos quando se recorre a procedimentos estéticos na medicina, tanto para preenchimento quanto para diminuição.
Com esse culto ao corpo que o afeta, na maioria das vezes, negativamente, a psique acaba sofrendo junto. Nunca se chega a compleição física almejada, o que gera bastante frustrações. Sofre-se de depressão e exclusão. Há uma guerra diária com o espelho que tanto causa dor e tristeza por não se ver como gostaria, entretanto, a pessoa está, na realidade, ainda mais magra ou está tornando-se músculos ambulantes. Consequentemente, há um afastamento do ambiente social e isolamento para dedicar-se totalmente ao corpo. Para muitos, dependendo do foco, os ambientes mais frequentados são o banheiro – para provocar o vômito e impedir o aumento de peso, como resultado da digestão – e a academia para trabalhar na tão desejada corpulência.
É preciso, portanto, por um fim nessa estética exigente. Para diminuir e até mesmo erradicar, por conseguinte, os danos causados por tal adoração, convém trabalhar no conceito de "corpo perfeito" e quem sabe até destruí-lo. A mídia, juntamente com ONGs, pode criar campanhas para desmistificar a ideia de que para um corpo ser considerado belo, tem que ser magérrimo ou todo definido, e informar sobre os riscos que tal visão pode trazer, através de propagandas e cartilhas, mas também por meio de personagens fictícios. Bem como as famílias e escolas ensinarem que o mais importante é que seja saudável, aconselhando e implantando disciplinas relacionadas, além da elaboração, com o apoio do governo, de uma dieta balanceada e o incentivo à prática de atividades físicas. Além disso, o Estado deve investir, principalmente, em nutricionistas e psicológicos que estejam ao alcance de toda a população, o que ajudaria a evitar e tratar possíveis casos de distúrbios alimentares e suas consequências.

Receba 48 redações corrigidas por apenas R$ 18 por mês *
Clique e conheça nossos planos

* Valor equivalente por mês para o Plano Anual.

Últimos Vídeos no Youtube

Clique aqui e inscreva-se no nosso canal

Img

Como driblar os desafios da liberação do porte de arma - Tema de redação para o ENEM

Img

A questão da fome no Brasil e seus fatores motivadores - Tema de redação para o ENEM

Img

Dicas de gramática: Colocação pronominal

Img

5 Possíveis Temas de Redação para o ENEM 2018