Título da Redação: Brasil: avanços e métodos

Proposta: Política de desenvolvimento social no Brasil

Redação enviada há mais de 3 anos por Paulo Lochs


Na Roma Antiga, os irmãos Tibério e Caio Graco sugeriram a reforma agrária, reorganização da distribuição de terras de forma igualitária, objetivando a solução da crise e o desenvolvimento do Estado. No Brasil atual, devido as péssimas condições sociais e de estrutura, como saúde e educação precários, assinala-se a necessidade de se discutir acerca de possíveis soluções e medidas de combate constituintes de uma nova política de desenvolvimento.
A taxa de cidadãos inseridos na classe médio-baixa e pobre é dominante no Brasil. Dessa forma, o avanço se torna impossível sem a efetivação direta dessa política de desenvolvimento sobre tais classes, que, por sua vez, são menos favorecidas em recursos educacionais e de saúde, por exemplo. Por conseguinte, projetos que já são exercidos em nossa sociedade, como a assistência social, que garante o atendimento de necessidades básicas dos indivíduos, a integração ao mercado de trabalho e a habilitação de portadores de deficiência, devem ser assegurados.
Por outro lado, a tomada de medidas que promovam essa política não tem se mostrado efetivas em absoluto. Dessa forma, evidencia-se a imprescindibilidade de investimento nas áreas que se encontram em condições precárias. Dentre essas áreas, assinala-se a educação. Deve partir do Estado o investimento em instituições de ensino que promovam o acesso à escola, principalmente, das classes sociais mais pobres. Tomada essa ação, cabe às escolas a criação de projetos que visem a permanência dos educandos nas instituições de ensino, como, por exemplo, a exposição deles a outras culturas, além de projetos que tornem os alunos parte nos processos de avaliação e de atividades artísticas.
O assistencialismo, portanto, mostra-se imprescindível na reconstituição de nossa política de desenvolvimento. Entretanto, visto que a Constituição Brasileira é clara e precisa, e que ela não é posta em prática de modo realmente efetivo, assinala-se a necessidade de investimento em novas medidas. Ademais, além do investimento na educação, a saúde deve ser levada em conta. A melhora das condições de hospitais e a construções de novos, portanto, mostra-se imprescindível. Além disso, o Estado deveria alavancar o combate à pobreza como necessidade de primeira grandeza. Para a eliminação desse problema, projetos sociais, como, por exemplo, o incentivo à educação aos presos nas penitenciárias, poderiam ser criados. Dessa forma, a importância das ONGs é ressaltada, e sua permanência é importante. Consequentemente, com a superação da pobreza, medidas como a reforma agrária mostram-se dispensáveis. Com a adoção de tais medidas, portanto, o Brasil poderá, finalmente, vencer os grandes problemas de desigualdade que ainda assolam nossa nação no século XXI.

Receba 48 redações corrigidas por apenas R$ 18 por mês *
Clique e conheça nossos planos

* Valor equivalente por mês para o Plano Anual.

Últimos Vídeos no Youtube

Clique aqui e inscreva-se no nosso canal

Img

Como driblar os desafios da liberação do porte de arma - Tema de redação para o ENEM

Img

A questão da fome no Brasil e seus fatores motivadores - Tema de redação para o ENEM

Img

Dicas de gramática: Colocação pronominal

Img

5 Possíveis Temas de Redação para o ENEM 2018