Título da Redação: Em busca da equidade social

Proposta: Política de desenvolvimento social no Brasil

Redação enviada há cerca de 3 anos por Julia Ferraz


Miséria. Fome. Exclusão. Soma-se a isso, ainda, a crise que acomete vários setores do país. Com tal conjuntura, as camadas mais baixas da sociedade são as principais afetadas quando se considera o aumento do desemprego e a perda de alguns benefícios sociais do governo. Diante disso, é preciso atentar para o desenvolvimento social, conciliando a recuperação econômica com a manutenção de políticas que visem as camadas mais baixas.

O Brasil, país de múltiplas faces, revela divergências enormes quanto a renda e qualidade de vida de sua população. Ao mesmo tempo que apresenta uma das 10 maiores economias do mundo, é também, extremamente desigual, como comprova o Índice de Gini, parâmetro que mede a desigualdade de distribuição de renda de um país. Contudo, o governo, há alguns anos, já visa a diminuição das disparidades por meio de políticas sociais de acesso à educação, de combate à pobreza e ao trabalho infantil, como objetiva o Programa Bolsa Família. Ainda que isso ajude, o benefício, por si só, pode não ser suficiente para manter as crianças na escola e reduzir a miséria. Entra em cena, então, a ação da assistência social e de ONGs para amparar as famílias carentes.

Outro fato atual que agrava o desenvolvimento social é o desemprego, que cresceu após a crise econômica, já que os mais afetados por ela são, na maioria das vezes, os que mais necessitam de estabilidade. Visto que as empresas demitem o pessoal menos especializado, e por isso, terão mais dificuldade de encontrar outro emprego. Para corrigir o problema é preciso fazer o país voltar a crescer -através da movimentação da economia e do consumo, que só é praticado quando há renda. Logo, o governo deve ser o responsável por reiniciar esse círculo, mediante a criação de novos empregos. Nesse caso, pode-se o exemplo dos EUA no período pós crise de 1929, quando o governo investiu em grandes obras infraestruturais para gerar renda.

Torna-se evidente, portanto, a necessidade de promover o aumento das oportunidades, as quais se dão, sobretudo, através da educação e trabalho. Dessa forma, o governo pode investir em obras infraestruturais, como a criação de creches e escolas, e em cursos de profissionalização, para que os próprios pais possam trabalhar nesses estabelecimentos. Esse deve, também, estimular a permanência de programas assistencialistas, como o Conselho Tutelar, a fim de que exerçam sua função junto com a sociedade. Assim será possível construir as bases para uma maior equidade.

Receba 48 redações corrigidas por apenas R$ 18 por mês *
Clique e conheça nossos planos

* Valor equivalente por mês para o Plano Anual.

Últimos Vídeos no Youtube

Clique aqui e inscreva-se no nosso canal

Img

Como driblar os desafios da liberação do porte de arma - Tema de redação para o ENEM

Img

A questão da fome no Brasil e seus fatores motivadores - Tema de redação para o ENEM

Img

Dicas de gramática: Colocação pronominal

Img

5 Possíveis Temas de Redação para o ENEM 2018