Título da Redação: Contra a Deturpação do Trote Universitário

Proposta: Trotes universitários

Redação enviada há cerca de 3 anos por Caio Graco Pimenta


O trote universitário é a prática de recepção de calouros na faculdade, comumente associada com humilhação e agressão física ou psicológica dos novatos pelos respectivos veteranos. O ato, quando executado desta forma, é completamente condenável, mas há bons exemplos a serem seguidos.
Enquanto pode ser uma transição saudável, uma grande parte das introduções aos cursos superiores públicos no Brasil é traumática. Muitas vezes devido à submissão de pessoas aos cruéis trotes universitários, em cujas atividades se incluem desde a mendicância forçada até a ingesta de urina humana “doada” pelos próprios veteranos, organizadores do evento. Estes, protegidos pela tradição que remota à época medieval e pela comum permissividade oficial a estes eventos, sentem-se comumente imunes a represálias, livres para permitir que a imaginação humana seja a única restrição ao sadismo. Todo o processo do trote universitário é distorcido. Em vez de introduzir os ingressantes na nova comunidade acadêmica, há humilhação e sofrimento; em vez de serem ensinados sobre a dinâmica do ensino superior, são confrontados com a crua realidade brasileira: a impotência civil em enfrentar criminosos, a carência de autoridades às quais recorrer, a impunidade dos infratores da lei.
Alguns eventos lamentáveis já foram noticiados na mídia televisiva sobre os trotes universitários, que incluem até mesmo crimes hediondos, como estupro. A maioria não chega a ir tão longe, mas não por isso pode ser negligenciada. A justiça deve prevalecer, intervindo em todos estes casos. As punições não devem ser restritas apenas às pessoas físicas envolvidas, mas às instituições, quando estas demonstrarem histórico de permissividade aos trotes inapropriados. Como produtoras de saber acadêmico de todas as áreas do conhecimento – exatas, tecnológicas, biomédicas e humanísticas –, as faculdades públicas têm, como parte da contraprestação à sociedade - aquela que as sustenta mediante impostos –, o dever de estudar os problemas sociais, e tentar solucioná-los. A negligência a trotes humilhantes dentro de uma destas instituições é uma mancha inaceitável à reputação e à prestação de contas das ações de qualquer instituição de ensino superior pública.
Dessa forma, cabe às instituições agir não apenas de maneira punitiva àqueles que planejam e executam atos como os trotes humilhantes, mas de forma a restaurar o trote universitário à devida finalidade: a incorporação dos novatos ao ambiente acadêmico. Há alguns exemplos a serem seguidos, sendo comumente chamados de trotes solidários. Nestes eventos, veteranos e funcionários muitas vezes se unem para fazer do trote uma forma de recepção atenciosa e calorosa dos calouros, podendo agregar muitas outras benfeitorias sociais, como a arrecadação de doações a instituições filantrópicas e o trabalho voluntário como parte de uma série de eventos que pode durar dias ou semanas.

Receba 48 redações corrigidas por apenas R$ 18 por mês *
Clique e conheça nossos planos

* Valor equivalente por mês para o Plano Anual.

Últimos Vídeos no Youtube

Clique aqui e inscreva-se no nosso canal

Img

Como driblar os desafios da liberação do porte de arma - Tema de redação para o ENEM

Img

A questão da fome no Brasil e seus fatores motivadores - Tema de redação para o ENEM

Img

Dicas de gramática: Colocação pronominal

Img

5 Possíveis Temas de Redação para o ENEM 2018