Título da Redação: O peso da vingança nos trotes universitários

Proposta: Trotes universitários

Redação enviada há mais de 3 anos por mzzfranco


De acordo com o professor de educação da UFScar, Antônio Zuin, o trote universitário é uma prática adotada desde a idade média a fim de ser um ritual de passagem para o tão sonhado curso superior. Entretanto, no século XXI, é possível perceber um aumento da violência nesses eventos e o que era pra ser um momento de felicidade, pode vir a ser uma tragédia. Essa lastimável situação precisa ser revertida e, para isso, medidas precisam ser aplicadas.
Todo início de semestre letivo, jornais mostram casos de agressão física e psicológica nas universidades e faculdades, além de apologias ao preconceito sexual, racial e religioso, por exemplo. Na Universidade de São Paulo (USP), um estudante de medicina morreu afogado ao ser jogado dentro de uma piscina no campus, mesmo após ter dito que não sabia nadar. Em Belo Horizonte, um caso ficou muito conhecido devido a circulação de fotos nas redes sociais, em que alunos do curso de direito da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) praticaram um trote com conotações racistas e nazistas ao acorrentarem calouros em placas com os dizeres "escrava chica da silva", por exemplo e por se vestirem com roupas nazistas. Diferente do primeiro caso, os praticantes do segundo foram punidos pela própria UFMG devido a repercussão que foi gerada e que possibilitou a identificação dos veteranos. Já o lamentável trote da USP, que resultou na morte de um estudante, ficou sem solução mesmo com o caso sendo transferido para a Justiça Federal. Provavelmente, hoje, os agressores do estudante são médicos e exercem a carreira sem problema algum, quando, na verdade, deveriam estar presos pelo ato que cometeram.
Esses acontecimentos, infelizmente, são mais comuns do que se pode imaginar. Veteranos, por terem sofrido outras violências quando calouros, ficam com um desejo de vingança e descontam no outro, aquilo que enfrentaram e, se os calouros não comparecerem aos trotes, são ameaçados de exclusão de eventos organizados pelo curso, como festas e encontros. Mas, a maioria desses casos não recebe punição devido a falta de recursos para identificar os alunos e, até mesmo, por muitos dos trotes serem feitos fora dos campos universitários, o que impede a instituição de assumir o problema.
Dessa forma, é necessário que as instituições de ensino superior em parceria com os alunos, incentivem o trote solidário. Que é, basicamente, ajudar comunidades e abrigos com doações e trabalhos voluntários, por exemplo. Outra medida a ser aplicada é a denúncia das agressões, sejam elas quais forem, para a polícia. Assim, deverão ser aplicadas as devidas punições aos praticantes para que estes respondam a processos de acordo com a constituição do país. Logo, é necessário manter a cidadania e o respeito ao próximo, além de não se calar diante de situações como as expostas, para que assim, a educação do Brasil possa seguir em frente.

Receba 48 redações corrigidas por apenas R$ 18 por mês *
Clique e conheça nossos planos

* Valor equivalente por mês para o Plano Anual.

Últimos Vídeos no Youtube

Clique aqui e inscreva-se no nosso canal

Img

Como driblar os desafios da liberação do porte de arma - Tema de redação para o ENEM

Img

A questão da fome no Brasil e seus fatores motivadores - Tema de redação para o ENEM

Img

Dicas de gramática: Colocação pronominal

Img

5 Possíveis Temas de Redação para o ENEM 2018