Título da Redação: Trote: Um ritual de brutalidade

Proposta: Trotes universitários

Redação enviada há cerca de 3 anos por Amandis


Todo jovem sonha em ingressar em uma universidade após concluir o ensino médio. Entretanto, o sonho pode se tornar um pesadelo, devido a recepção de ''boas vindas'' realizadas pelos veteranos - termo usado para diferenciar os que estão há mais tempo na faculdade. O trote, dito como um ritual de passagem, tem sua origem na Idade Média. Precisamente, na Europa, as roupas dos calouros - novatos - eram retiradas e queimadas, e seus cabelos, raspados. Além de serem proibidos de frequentar o mesmo local que os veteranos. Esses métodos se davam na necessidade de evitar a propagação de doenças. Porém, o trote ''inofensivo'' daquela época passou por diversas fases, e atualmente é visto como um ritual de brutalidades.
Estupros, espancamentos, torturas, tintas com produtos químicos e até mesmo a inserção de bebidas alcoólicas, são algumas das atrocidades que esperam - ansiosamente - os recém chegados, calouros. Geralmente, os alunos não possuem liberdade de escolha e são, na maioria das vezes, obrigados a participarem das brincadeiras. Brincadeiras essas, que chegam a ser fatais. Além disso, em muitos casos, os calouros não chegam a realizar à matrícula na faculdade devido ao trote. Uma vez que os trotes continuam durante o primeiro ano do calouro, bixo. Para os veteranos, o trote é uma maneira dos calouros serem aceitos nas atividades universitárias. Isto é, a partir disso, os calouros serão convidados a participarem de festas e torneios esportivos, gerando uma maior integração social. Integração essa que assusta a sociedade.
Observa-se que o trote, é um ciclo vicioso, já que os mais velhos descontam nos mais novos aquilo que sofreram quando ingressaram na universidade. Um processo de domesticação e que aparenta ter um comportamento patológico. Em consequência disso, vê-se, a todo instante, a necessidade da implantação de atividades que respeitem os direitos de cada um e que promovam a verdadeira interação entre calouros e veteranos, o trote solidário é uma excelente opção. Entre essas atividades, está também a instauração de um departamento de investigação. Atualmente, alguns acontecimentos vieram à tona e diversas denúncias de violações dos direitos humanos, fez com que algumas instituições de ensino superior - entre elas, a USP (Universidade do Estado de São Paulo) - proibissem o trote estudantil e abrissem uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para averiguar as denúncias feitas por alunos e ex-alunos das universidades (Jornal Folha de São Paulo).
Embora, as CPI's tenham sido instauradas, algumas universidades não dão a atenção devida aos trotes ainda realizados fora das instituições. Como resultado, alguns lugares, como chácaras, sítios e repúblicas, ainda continuam sendo palco de tortura. Sem que haja a devida supervisão dos representantes das universidades.
Em virtude dos fatos mencionados, o trote, quando violento, não passa de um ritual bruscamente inaceitável. O trote não deve ser visto como uma tradição e sim como algo humilhante, que no futuro pode gerar indivíduos agressivos e incapazes de exercer o curso escolhido. As universidades deveriam apoiar e responsabilizar-se pela integridade e bem-estar de todos os alunos, sejam eles calouros ou veteranos. Com a realização de atividades que promovam a interação e não o mecanismo de dominação. A instauração de CPI's é um ótimo começo. Doar sangue, plantar árvores, arrecadar roupas e alimentos, ajudar em trabalhos sociais e inserir os veteranos como padrinhos dos calouros é um imenso auxilio que pode, com certeza, derrubar as barreiras e gerar uma maior afinidade.

Receba 48 redações corrigidas por apenas R$ 18 por mês *
Clique e conheça nossos planos

* Valor equivalente por mês para o Plano Anual.

Últimos Vídeos no Youtube

Clique aqui e inscreva-se no nosso canal

Img

Como driblar os desafios da liberação do porte de arma - Tema de redação para o ENEM

Img

A questão da fome no Brasil e seus fatores motivadores - Tema de redação para o ENEM

Img

Dicas de gramática: Colocação pronominal

Img

5 Possíveis Temas de Redação para o ENEM 2018